7 motivos para usar Sling

O Sling é um carregador de bebês feito de tecido. É um facilitador de colo. Ele imita a posição natural dos braços de quem carrega o bebê, respeita a espinha dorsal do bebê, sem pontos de força.

Além disso o sling,  permite ao bebê manter as pernas juntas, numa fase que as articulações ainda estão frágeis.

Por manter o bebê próximo ao corpo da mãe ou do pai, ele previne cólicas e regurgitamentos, favorece a digestão, assim o sling acaba sendo super indicado para casos de refluxos.

É possível amamentar o bebê dentro do carregador, de forma prática, inclusive ele pode dormir dentro do sling. 

Os sling’s estimulam o sistema nervoso do bebê, diminuem o choro e a inquietação em mais de 40% dos casos. É calmante e relaxante.

Dá mais segurança à mãe ou pai que, mais conectados com o bebê, compreendem melhor e mais rápido as necessidades do filho.

Esse tipo de carregador de bebês existe a milhares de anos e não vem unicamente da cultura indígena ou africana. Nas décadas de 70 e 80 o sling ganhou popularidade nos Estados Unidos e Europa numa versão mais moderna e até hoje seus benefícios são estudados por grandes cientistas.

O antropólogo Ashley Montagu, por exemplo, criou o conceito de “gestação extrauterina”, da qual ele justifica que o bebê até os seus 3 meses de vida, não percebe que nasceu.

Por isso ele tem dificuldades em se adaptar ao novo ambiente.

Cada experiência vivida por ele fora da barriga da mãe é algo extremamente forte, como; o banho, a solidão do berço, as luzes, o frio, o calor, o barulho… Com tudo isso, o bebê acaba tendo uma crises incessantes de choro, muitas vezes confundido com cólicas, mas que pode ser facilmente resolvido com a ajuda de um sling que dá ao recém nascido a sensação da vivência uterina.

Já o antropólogo e arqueólogo Timothy Taylor afirma que o os sling’s são uma das maiores invenções tecnológicas da pré-história e que contribuem para a vida extrauterina segura dos bebês e para o desenvolvimento de seus cérebros. Confira agora os setes principais motivos para se usar esse tipo de carregador; 

  1. Estabilidade da temperatura corporal: é certo que o bebê quando nasce, ainda está aprendendo a regular a temperatura do próprio corpo. Nos casos de prematuros é ainda mais complexo, pois eles não têm controle e podem perder a temperatura corporal muito mais rápido do que os outros bebês. Por isso alguns hospitais usam o método (mamãe canguru no sling) que é o contato pele-a-pele com a mãe envolto num tecido. Esse método ajuda os prematuros a terem alta mais rápido. O tipo de técnica é feito com o wrap sling.
  2. Controle e alívio de cólicas e refluxo; A posição “sapinho”no sling que mantém os joelhos do bebê acima do bumbum e a coluna em “C” é a posição fisiológica do recém-nascido, como se ele estivessem acocorados, ajudando assim na liberação dos gases. A barriga do bebê aquecida pelo calor do corpo dos pais proporciona o alívio das cólicas, pois tem o mesmo efeito que uma bolsa térmica.
  3. Oxigenação adequada. Quando o bebê é recém-nascido ainda está aprendendo as funções básicas de sobrevivência no mundo extra-uterino, respirar adequadamente é uma delas. No colo dos pais, envolto do Sling, ele aprende iguala seus movimentos respiratórios.
  4. Estimulação sensorial positiva: No colo ele tem todas as funções sensoriais sendo estimuladas, as voz dos pais, o toque, cheiro, a visão que mesmo vendo embaçado ele começa a identificar formas e por último o paladar com o leite materno. O sling proporciona essa experiência.
  5. Aumento do aleitamento materno: quanto mais contato a mãe tiver com o seu bebê, maior a produção de ocitocina, resultando no aumento da produção de leite. A livre demanda na amamentação também pode ajudar. É fácil e prático amamentar usando sling. 
  6. Aumento do vínculo do bebê com a família: esse vínculo afetivo na primeira infância e um fator determinante para a independência afetiva do bebê. Alguns especialistas afirmam que, quando todas as  necessidades do bebê são atendidas nesta primeira fase, mais rápido ele adquiri a autoconfiança e independência. Colo não vicia! Pelo contrário, colo ajuda a dar suporte emocional para o bebê, segurança e confiança. 
  7. E para bebês prematuros o tempo de internação menor: quando um bebê prematuro é colocado no Sling, ele consegue reunir todos os benefícios em um momento crucial para a sua sobrevivência.

Esses e outros benefícios só comprovam que o Sling é mais que um carregador é uma forma de demonstrar amor. O colo vicia porque tem magia!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *